sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Saiba Mais Sobre os Alimentos: Abobrinha

Seu nome deveria ser abobrinha italiana, mas todos chamam o fruto da Cucurbita pepo só de abobrinha. Ao contrário dos outros integrantes da família das cucurbitáceas, como o melão e o pepino, que são produzidos por plantas rasteiras, a abobrinha nasce de uma planta de ramagem curta e ereta. Originária da África, no Brasil pode ser cultivada o ano todo, pois se adaptou bem às condições e aos climas do País. Mas se desenvolve melhor em climas quentes.


Ela é colhida com 18 a 22 centímetros de comprimento e 4 a 5 de diâmetro. Em geral, tem formato alongado e casca fina, lisa e aderida à polpa. Dependendo da variedade, pode ser verde ou amarela, mesclada ou listrada, sempre variando entre verde-escuro, verde-claro, amarelado ou creme. A polpa é leve, crocante e, quanto mais nova, mais compacta. O fruto tem sabor delicado e valor calórico baixo. De acordo com a variedade e a idade com que foi colhida, pode ser mais ou menos aquosa. A mais consumida aqui é a de forma cilíndrica, verde-clara, com estrias verde-escuras e sabor agradável. Também a casca e as sementes são comestíveis, o que evita perdas no pré-preparo. São comestíveis ainda suas flores amarelo-gema, com base esverdeada e sabor delicioso.

Por muito tempo a abobrinha foi mais usada na culinária mediterrânea, mas ultimamente sua popularidade se alastrou. É ingrediente da ratatouille francesa ou da caponata italiana. Fica ótima recheada com carne de soja, nozes e arroz. Pode ainda ser feita na forma de purês, suflês, refogados e usada até em pratos doces como as tortas e os bolos.

COMO SE ESCOLHE
Ela é perecível, por isso compre na quantidade certa. Pode ser deixada por 3 dias na geladeira, na gaveta de legumes. Para evitar a perda de umidade, embale-a antes em saco plástico. Abobrinhas italianas, de acordo com a variedade, podem ter diferentes formatos e aspectos da casca. A casca fina e brilhante pode ser verde-clara com estrias verde-escuras, creme com estrias verde-claras e verde-clara rajada ou amarela. Em geral, pesam entre 200 g e 250 g e o sabor não difere muito. As menores são mais tenras, enxutas e saborosas. Escolha sempre abobrinhas de casca brilhante e consistência firme. As estrias, nas variedades que as contêm, devem ser contínuas.

SAÚDE

É bom para
Quem têm o aparelho digestivo delicado, como bebês, idosos e convalescentes, pois é fácil mastigá-la, sobretudo cozida, e exige pouco trabalho do estômago na digestão.

É ruim para
Como tem quantidades muito diluídas de nutrientes, pelo fato de ser bastante aquosa, o ideal é combiná-la com outras fontes vegetais ou animais daquelas substâncias.

FICHA TÉCNICA

100 g de abobrinha (peso cru) contêm:
Calorias -14
Proteínas-1,16 g
Carboidr. - 2,9 g
Gordura - 0,14 g
Fibras -1,2 g
Vit. A - 34 UI
Niacina - 0,4 mg
Folacina - 22,1 mcg
Vit. C - 9 mg
Vit. E - 0,12 mg
Cálcio -15 mg
Cobre - 0,057 mg
Magnésio - 22 mg
Fósforo - 32 mg
Potássio - 248 mg
Selênio -1,5 mcg
Sódio-3 mg
Zinco - 0,2 mg

MINHA RECEITA

RISOTTO VEGETARIEN (foto acima)

INGREDIENTES

(para 4 porções):
2 col. (sopa) de azeite de oliva extravirgem,
1 dente grande de alho descascado e picado em fatias,
5 abobrinhas pequenas lavadas e picadas em cubos,
225 ml de vinho branco seco,
1 col. (chá) de sal,
2 tabletes de caldo de legumes,
3 col. (sopa) de manteiga,
1 cebola média descascada e picada,
2 xíc. de arroz polido
2 col. (sopa) de salsa bem higienizada, lavada de preferência em água corrente, seca e picada,
3 col. (sopa) de parmesão ralado, salsa.

MODO DE PREPARO:

Coloque o azeite de oliva numa frigideira grande. Leve-a ao fogo alto e deixe que aqueça bem. Então, incorpore o alho picado e deixe até que frite. Acrescente a abobrinha, mexa com cuidado e deixe refogar demoradamente, mexendo de vez em quando, até que fique cozida, porém ainda crocante. Junte 75 ml do vinho branco e o sal. Mexa. Quando o vinho evaporar, retire a frigideira do fogo, desligue-o e reserve. Numa panela, dilua os caldos de legumes em 1 litro de água fria. Leve a panela ao fogo alto. Espere até que o caldo ferva. Retire a panela do fogo e reserve. Aqueça 2 col. (sopa) da manteiga numa panela de pressão, mas sem que queime. Incorpore a cebola e deixe refogar. Junte o arroz, mexa com cuidado, e refogue, mexendo de vez em quando, por cerca de 3 min. Incorpore o vinho branco restante e cozinhe, mexendo de vez em quando, até que evapore. Despeje o caldo de carne fervente com cuidado, tampe a panela e abaixe o fogo. Cozinhe por exatamente 7 min. Retire a panela do fogo, tire a pressão com todo o cuidado e abra-a. Incorpore a abobrinha, a salsinha, o restante da manteiga e o queijo parmesão ralado. Continue a cozinhar, mexendo sem parar com delicadeza, por aproximadamente 10 min, ou até que todo o líquido possa seja absorvido pelos grãos de arroz. Retire a panela do fogo. Tampe-a e reserve por alguns minutos. Sirva, então, decorado com a salsinha.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...